Sexta, 21 de Janeiro de 2022 05:20
63 98426-4893
Artigo Não comer carne

Não condenem as pessoas erradas!

Também alguns protestos de instituições foram quase que dirigidos a elas.

31/12/2021 07h30 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: Marcelo Rates Quaranta
Foto Divulgação reprodução
Foto Divulgação reprodução

Desde que o vídeo com as tais "influencers lacradoras do Bradesco" começou a repercutir negativamente, muitos dos veículos de comunicação e até mesmo os "analistas" das redes sociais passaram a atacar quase que exclusivamente as três ‘magricelas’ que protagonizaram o vídeo, e que nele aconselharam a não comer carne.

Também alguns protestos de instituições foram quase que dirigidos a elas

Ainda que as três "influencers" sejam aquele tipo de lacradoras abobalhadas que acreditam na enorme asneira que narraram no vídeo, a culpa não é delas.

Em primeiro lugar elas foram contratadas para fazerem o vídeo. Elas não fizeram de graça ou por iniciativa própria.

Em segundo, quem as contratou foi o departamento de marketing do Bradesco ou a agência de publicidade que cuida da conta de publicidade do Bradesco.

Neste segundo caso, a agência de publicidade criou a peça e a submeteu à aprovação do marketing do Bradesco, que aceitou a imbecilidade. O texto sequer é das ‘magricelas’.

Em terceiro lugar, nenhuma campanha é criada sem a anuência da diretoria do Bradesco. Logo... o verdadeiro autor dessa porcaria toda é o Bradesco, e somente ao banco e sua diretoria devem ser creditadas a estupidez e suas consequências.

Se o banco mantém conta numa agência de publicidade repleta de idiotas que não separam suas crenças pessoais do profissionalismo, então a culpa é diretamente do Banco, que não sabe selecionar os seus parceiros.

Se por sua vez o banco tem no seu departamento de marketing uns alucinados que compactuam com ideologias idiotas e não se preocupam com as consequências e repercussões negativas de suas ideias estapafúrdias, então a culpa é também diretamente da diretoria do banco, que não sabe escolher seus profissionais. Irresponsáveis sem noção, que não se preocupam com um provável derretimento da imagem da empresa que lhes paga o salário e nem com os graves prejuízos que o banco possa sofrer por causa da irresponsabilidade. Percebam que a falha é na estrutura administrativa do banco, e vertical! As moças são só a ponta que aparece!

Então, por que sacrificar as três moças? Só porque elas estão na frente do vídeo? Elas não fizeram de graça, não criaram o texto e não fizeram o vídeo sozinhas!!!

Culpá-las é absolver e proteger os verdadeiros culpados, que são o Banco dirigido por incompetentes e a agência de publicidade irresponsável e infestada de intelectualoides retardados.

A Cesar o que é de Cesar.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Direito e Justiça
Sobre Direito e Justiça
Ele1 - Criar site de notícias