Sexta, 03 de Dezembro de 2021 22:45
63 98426-4893
Tocantins Legislativo

Plenário aprova mais de cinquenta urgências na sessão desta terça-feira

Nas demais urgências aprovadas, num total de 58, constam reservas de vagas a pessoas negras, indígenas e quilombolas em concursos públicos no Tocantins

25/08/2021 10h15 Atualizada há 3 meses
Por: Redação Fonte: Penaforte Diaz
Foto: Isis Oliveira
Foto: Isis Oliveira

Pavimentação asfáltica, patrolamento e recuperação de rodovias são as
principais demandas solicitadas ao Governo do Estado. Só na área de
infraestrutura de estradas, por exemplo, foram aprovados 15
requerimentos em regime de urgência na sessão matutina desta
terça-feira, 24.

Estão nas prioridades dos parlamentares obras nas seguintes rodovias: 
010, 296, 110, 336, 485, 365, 453, 342, 445, 164, 242, além da BR-153.
Os trechos abrangem os municípios de Araguaína, Palmeirante, Paranã,
Natividade, Príncipe, Arraias, Ponte Alta, Taguatinga, Aurora,
Combinado, Novo Alegre, Bom Jesus, Taipas, Colmeia, Silvanópolis, Monte
do Carmo, Santa Tereza e Miracema. Essas solicitações vêm dos deputados
Antonio Andrade (PSL), presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins
(Aleto), Cláudia Lelis (PV), Cleiton Cardoso (PTC), Ivory de Lira
(PCdoB), Luana Ribeiro (PSDB) e Vanda Monteiro (PSL).

Nas demais urgências aprovadas, num total de 58, constam reservas de
vagas a pessoas negras, indígenas e quilombolas em concursos públicos no
Tocantins; a estruturação da delegacia civil de Taguatinga; a
revitalização da passarela sobre o rio Sono; a promoção de todos os
subtenentes da Polícia Militar do Estado do Tocantins; e a ampliação da
frota de ambulâncias na rede estadual de saúde. Tais proposituras são de
iniciativa dos parlamentares Antonio Andrade, Cleiton Cardoso, Leo
Barbosa (Solidariedade) e Professor Junior Geo (PROS), respectivamente.

Foram também aprovadas urgências que pedem mais ações no combate aos
efeitos da pandemia da Covid-19 no Estado. De autoria da deputada Vanda
Monteiro, uma delas solicita a distribuição de kits alimentares a
profissionais integrantes da Associação Brasileira de Bares e
Restaurantes (Abrasel), e que estão em dificuldade econômica devido à
pandemia.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias