Quinta, 21 de Outubro de 2021 06:08
63 98426-4893
Política Judiciário

Moraes determina que Roberto Jefferson volte à prisão após alta

Defesa do político pede prisão domiciliar.

13/10/2021 21h00 Atualizada há 7 dias
Por: Redação Fonte: Raul Holderf Nascimento
Foto Divulgação/Fábio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil
Foto Divulgação/Fábio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o ex-deputado federal Roberto Jefferson volte para o presídio de Bangu (RJ) assim que for confirmada a alta do hospital em que o presidente do PTB está internado.

Jefferson está preso desde agosto. Em setembro, ele foi encaminhado ao Hospital Samaritano da Barra da Tijuca para tratamento médico.

A defesa do ex-deputado reconhece que ele já está em condições de ter alta, mas solicitou solicitou ao ministro uma autorização para prisão domiciliar.

Moraes, segundo o portal R7, negou o pedido.

“Embora ele esteja em condições aptas a receber a alta médico-hospitalar, é inequívoco que o seu retorno ao estabelecimento prisional agravará a sua condição de saúde”, defenderam os advogados de Jefferson.

Leia abaixo trecho da decisão do magistrado:

Diante do exposto, comprovada a efetiva alta hospitalar, DETERMINO o imediato retorno de ROBERTO JEFFERSON MONTEIRO FRANCISCO à unidade prisional em que se encontrava custodiado, devendo o Hospital Samaritano Barra enviar a documentação pertinente imediatamente a esta CORTE.

O custodiado deverá ser escoltado pela Polícia Federal, com a devida retirada da tornozeleira eletrônica.

Comunique-se à Polícia Federal e à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Estado do Rio de Janeiro, inclusive por vias eletrônicas, para cumprimento imediato.

Intimem-se a Procuradoria-Geral da República, o Hospital Samaritano Barra e os advogados do denunciado, inclusive por vias eletrônicas.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Direito e Justiça
Sobre Direito e Justiça
Ele1 - Criar site de notícias