Sexta, 21 de Janeiro de 2022 05:10
63 98426-4893
Capital Palmas

Dezembro Vermelho: Núcleo Henfil de Palmas realiza mobilização contra o HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis

Ações visam à prevenção e à conscientização sobre cuidados necessários para evitar a transmissão das doenças

29/11/2021 08h00
Por: Redação Fonte: Redação Semus
Foto Divulgação
Foto Divulgação

No dia 1º de dezembro, Dia Mundial da Luta contra a Aids, a equipe do Núcleo Henfil de Palmas irá realizar programação alusiva à data no Parque da Pessoa Idosa, com mobilização contra o vírus HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). Na ocasião, serão realizadas entrega de lacinhos vermelhos como símbolo da campanha, leitura da Carta Positiva HIV Tocantins e palestra sobre a prevenção com o médico especialista em Infectologia Alexandre Janotti e com a enfermeira Gisele Araújo, às 9 horas. No final da manhã, acontece a formatura dos participantes do Projeto Empodera Mais.

O dia será finalizado com a promoção da Feira pela Vida prevista para acontecer a partir das 17 horas, na Praça dos Povos Indígenas. A feira é organizada em parceria com a Casa A+, Henfil, Casa 8 de Março e Feira das Manas.  

Ainda no decorrer do mês de dezembro, serão realizadas palestras com especialistas da área da saúde e representantes da organização atuante no combate ao HIV em várias Unidades de Saúde da Capital, além de ações voltadas para a prevenção e conscientização dos cuidados com a transmissão do vírus causador da doença.

A coordenadora do Henfil de Palmas, Ginã de Souza, lembra que o Dia 1º é o momento em que todos voltam o olhar para falar sobre o assunto, mas que o trabalho de cuidado e orientação é realizado diariamente pela rede de saúde da Capital. “O mês de dezembro é mais um período para reforçarmos por meio da informação e realização dos testes que o vírus ainda está circulando e continua muito presente, sobretudo nos jovens e em pessoas vulneráveis”, revela a coordenadora reforçando que os autotestes de HIV são as ferramentas mais importantes que a comunidade possui atualmente para lutar contra o vírus.  

Parceria

Com parte da Campanha do Dezembro Vermelho, o Henfil de Palmas participa como parceiro do Workshop Empreendedorismo e Planejamento Financeiro do Projeto Empodera, organizado pela Casa A+.  Voltado às pessoas com HIV ou doentes com Aids e hepatites virais, a capacitação ocorrerá na segunda e terça-feira, dias 29 e 30, das 8 às 12 horas, no Parque Municipal da Pessoa Idosa, próximo à loja da Havan.  

Casa A+

A Casa A+ está localizada em Palmas na quadra 503 Norte, alameda 5, Quadra 3, lote 09. Fruto do trabalho da Organização, a Associação Anglicana de Solidariedade do Cerrado atua na Capital desde 2011 com o objetivo principal de acolher a população de um modo geral, mas focando em grupos mais vulneráveis ao HIV.

A instituição tem como missão atuar na prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), oferecer assistência social, viabilizar acesso à saúde, defesa de direitos, principalmente das pessoas vivendo com HIV ou doentes de Aids e hepatites virais, além de orientações jurídicas para a população geral, com foco nos grupos mais vulneráveis.

O Henfil

Com equipe multiprofissional, formada por enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogo, nutricionista, farmacêutico e assistente social, o Núcleo de Assistência Henfil, localizado na quadra Arne 51, atende pacientes de Palmas e de outros municípios do Tocantins. Atualmente, 168 pacientes, sendo 164 com hepatite B e quatro com hepatite C, estão em tratamento na unidade. Dos 168 pacientes, 110 são moradores de Palmas e 58 de outros municípios.  

O atendimento no Núcleo de Assistência Henfil é realizado de forma direta ou indireta. Conforme a coordenadora Ginã de Souza, caso a pessoa tenha alguma suspeita de contaminação por um dos vírus da hepatite (A, B, C, D e E) deverá comparecer à sede do núcleo, onde passará pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) para a coleta e exame de sangue. O resultado sai em 15 minutos e o paciente já sai com a consulta com o especialista marcada.  

Na forma indireta, o encaminhamento é realizado pelas unidades de Saúde e pelo Hemocentro. Em ambos os casos, é feita nova coleta de sangue do paciente. Caso o exame dê positivo, uma consulta é agendada, novos exames são solicitados e o tratamento é iniciado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Capitais
Sobre Capitais
Ele1 - Criar site de notícias